Simulacros

O novo ciclo de simulacros de incêndio nos edifícios do Instituto Politécnico de Portalegre teve início na Escola Superior de Saúde, a 23 de janeiro, e na Escola Superior Agrária de Elvas, a 13 de dezembro.
Na ESS, o exercício teve caráter de “surpresa”, uma vez que não existiu pré-aviso. Bombeiros e PSP intervieram.
Na ESAE, procurou-se testar a saída do edifício, sem auxílios externos.

O planeamento dos simulacros de incêndio está a cargo da Área de Prevenção de Riscos em Infraestruturas do IPP. De sublinhar que foi profícua a colaboração com as entidades externas participantes (Bombeiros Voluntários de Portalegre, PSP, Proteção Civil Municipal de Portalegre e Bombeiros Voluntários de Elvas) e dela resulta um incremento das condições de segurança, pelo conhecimento mútuo que estes simulacros propiciam.

Em resultado dos exercícios levados a cabo, concluiu-se que os tempos de evacuação dos edifícios indiciam bons índices de segurança.

Até ao final do ano, os exercícios de simulacro vão continuar. Os simulacros de incêndio que o IPP realiza nos seus edifícios − escolas e residências de estudantes – têm como objetivos: avaliar o Plano de Emergência do edifício; testar e criar rotinas de comportamento da população, face a situações de emergência; divulgar e aprofundar uma cultura de proteção e segurança junto de funcionários e utentes e melhorar os procedimentos de coordenação e de conduta de operações, que ajudem a melhorar as condições de atuação, em situações de emergência grave.

  • ESS
  • ESS
  • ESS
  • ESS
  • ESAE
  • ESAE
  • ESAE
  • ESAE

Share this post