Carta para os estudantes do Politécnico de Portalegre

Caros Estudantes, caros amigos,

Com a atual suspensão das atividades letivas presenciais as Escolas do nosso Politécnico, o Politécnico no seu todo, as nossas cidades de Portalegre e de Elvas perderam, num ápice, o dinamismo e a alegria que os nossos estudantes lhes transmitem. Estamos a fazer novas experiências de ensino à distância, estamos a desafiar-nos com novas formas de aprendizagem e há exemplos de novas metodologias experimentadas no nosso Politécnico interessantes e com belíssimos resultados. Mas o processo de ensino e aprendizagem assenta fundamentalmente na relação humana entre estudantes e professores, com o apoio de funcionários não docentes. É esta relação que se constrói presencialmente e que vivifica uma Escola. É esta relação que não se respira hoje da mesma forma.

Mas sabemos todos porque necessitamos de estar longe, numa espécie de isolamento social. Todos percebemos a necessidade de nos mantermos longe dos nossos amigos, colegas e professores, para ficarmos quase unicamente perto de nós. É incrível. O Coronavírus que cientificamente ainda se conhece mal, tem, infelizmente, consequências para a nossa sociedade que todos conhecemos.

De repente alteramos as rotinas, parece que ficamos diferentes, evitamos cumprimentarmo-nos, temos que manter uma distância social, temos que manter cuidados imensos, temos que ser, quase que obsessivos pela higienização, nossa e dos locais que habitamos. De repente parece que perdemos parte da nossa liberdade, para cumprimos regras e procedimentos, de alguma forma, “antissociais”. Mas sabemos, porque acreditamos na Ciência, que só assim evitamos doença em nós próprios e a transmissão aos nossos familiares, amigos e companheiros.

Acreditem que estou ansioso pelo dia em que voltaremos a ver as nossas Escolas cheias, dinâmicas e vivas. Acreditem que estou ansioso pelo dia em que voltarei a cumprimentar-vos afetuosamente, a abraçar-vos em liberdade.

Mas sei que para que isso aconteça rapidamente teremos de nos defender, de colocar algumas práticas sociais e amistosas da nossa vida entre parêntesis, sem que com isso deixemos de ser próximos e solidários, mesmo que longe. Longe, mas perto! É nesses valores que acredito e que quero continuar a sentir.

Caros estudantes e amigos. Cuidem de vós e das vossas famílias. Nós faremos o mesmo pelas nossas famílias e por aqueles estudantes da família IPP que optaram (ou não tiveram outra opção) por ficar connosco na nossa residência.

Chegará o dia em que voltaremos a abraçar-nos e a festejar o nosso regresso às atividades letivas presenciais, às nossas atividades não letivas, à liberdade que preconizamos para o nosso Politécnico. O Politécnico de Portalegre continuará a ser um fator fundamental de vida comprometida com os nossos parceiros e com a nossa região; e a vossa energia, mesmo que à distância, continuará a encher-nos, a todos, de grande alegria.

Até breve! Um abraço fraterno e solidário, desta vez à distância, do Presidente do vosso Politécnico! Gostava muito de saber de cada um de vós. Vão dando notícias.  A minha caixa de correio está ao vosso dispor: presidente@ipportalegre.pt

18 de março de 2020

Albano Silva

Share this post